Páginas

Olá a todos..... Primeiramente obrigado pela visita ao blog, que possa contribuir de alguma maneira para o conhecimento de todos. Objetivo é falar um pouco de algumas patologias neurológicas e tratamentos fisioterapêuticos. Alguns texto foram retirado dá própria web. Toda críticas e elogios serão bem vindo! Obrigado, e boa leitura... "Conhecimento guardado é conhecimento morto"

Paralisia Facial: Central ou Periférica?

A Paralisia Facial é um distúrbio ou uma paralisia total de todos, ou alguns, músculos da expressão facial. A paralisia Facial pode ser classificada como: * Central; * Periférica; A instalação dos sintomas desta patologia é repentina. Alguns dos sintomas iniciais, e mais frequentes da Paralisia Facial incluem a sensação de dormência ou fraqueza, sensação de pressão ou edema da hemiface afectada, alterações no paladar ou, até mesmo, abolição deste em certas regiões internas da Cavidade Bocal; intolerância a barulhos, olho ressecado e/ou com dores em torno do mesmo, assim como no ouvido do lado afectado Central ou Periférica? No primeiro caso há lesões ou doenças no cérebro, mais exatamente no encéfalo (sistema nervoso central), que envia informações para o nervo facial. Sendo a paresia ou paralisia acomentendo o quadrante inferiro da face do lado contra-lateral a lesão. Já na paralisia facial periférica, há lesões ou doenças no próprio nervo facial, que inerva os músculos da face. Os sintomas e manifestações de cada uma delas também serão diferentes. Quando há lesão do nervo facial ou do núcleo facial, a paralisia é ipsilateral à lesão e flácida, ou seja, lesão de motoneurónios inferiores. Com o passar do tempo ocorre atrofia muscular associada. As rugas e pregas faciais normais, devido à inserção do músculo na pele, desaparecem conferindo uma aparência uniforme e inexpressiva à hemiface afectada. O doente torna-se incapaz de fechar completamente o olho da hemiface afectada, o que frequentemente origina ausência de lacrimação, fazendo com que a córnea resseque. O canto da boca tende a cair e há tendência para que o doente se “babe” por esse canto. As lesões que atingem apenas algum dos ramos terminais do nervo facial só originam a perda dos músculos por eles inervados. No entanto, quando parciais, as lesões nucleares podem envolver grupos musculares seleccionados, dado que sub-núcleos específicos do nervo facial enervam músculos ou grupos musculares-a-salvo específicos. Etiologia: A etiologia da paralisia facial pode ser dividida em: traumática, infecciosa, neoplásica, metabólica, congénita, vascular, tóxica e idiopática. A paralisia facial de ordem traumática pode acometer os indivíduos sob várias formas, como por exemplo: •Objectos cortantes ou perfurantes; •Projécteis de arma de fogo na face; •Acidentes automobilísticos; •Traumas cirúrgicos; •Entre outros. Podemos ter algumas lesões do nervo facial de origem infecciosa, como: •Meningite: com comprometimento da bainha do nervo craniano, as reacções inflamatórias ou exsudativas causam paralisia facial. •Otite: ocorre compressão, inflamação ou mesmo destruição do nervo facial, pois a otite pode-se apresentar desde uma leve supuração até a necrose dos ossos. •Herpes Zoster: ocorre por um processo inflamatório agudo em gânglios sensitivos, o vírus atinge por um processo desconhecido, nervos do mesmo lado de um corpo. Ocorre o aparecimento de vesículas, dores, diminuição sensibilidade e por fim a paralisia do nervo. As lesões do nervo facial pelas neoplasias podem dar-se por: •Compressão do nervo ou destruição do mesmo, devido ao processo neoplásico; As neoplasias mais comuns são: da glândula parótida, do tronco cerebral e quarto ventrículo, do ângulo ponto cerebelar na base do crânio. Nas disfunções metabólicas temos: •Os diabéticos, por exemplo; Há dois tipos de paralisias faciais congénitas: •Não desenvolvimento dos núcleos celulares pontinos, que dariam origem às fibras do nervo facial. •Paralisia facial do tipo "Heller", que consiste na não formação do pavilhão da orelha e outras estruturas circunvizinhas. A nível vascular: •Bloqueio na circulação arterial que nutre o nervo pode causar a paralisia facial. Em relação à etiologia tóxica: •Somente a Toxicose pode causar lesão isolada do nervo facial, pois as demais lesões por agentes tóxicos fariam com que o nervo facial fosse mais um nervo afectado, já que há um quadro polineuropatia. Etiologia idiopática: é uma causa que não é conhecida; Sinais e sintomas: A instalação dos sintomas desta patologia é repentina, geralmente nocturna e precedida de dores a nível da região Cervical. Alguns dos sintomas iniciais, e mais frequentes da Paralisia Facial incluem a sensação de dormência ou fraqueza, sensação de pressão ou edema da hemiface afectada, alterações no paladar ou, até mesmo, abolição deste em certas regiões internas da Cavidade Bucal; intolerância a barulhos, olho ressecado e/ou com dores em torno do mesmo, assim como no ouvido do lado afectado. O indivíduo portador desta patologia, pode ainda referir dor atrás da orelha, algumas horas antes de se aperceber da fraqueza muscular, fraqueza esta que pode variar de forma imprevisível, de discreta a grave. Quando a parte afectada é a região superior da Face, o indivíduo, provavelmente apresentará dificuldade em encerrar o olho da hemiface afectada. Se a Paralisia Facial for Unilateral, raramente interfere na produção de Saliva ou no Paladar. Os sinais que mais facilmente levam à identificação da existência de Paralisia Facial Unilateral são: ■Abolição das pregas frontais; ■Afundamento da parte interna das Sobrancelhas; ■Sinal de Charles de Bell (incapacidade de oclusão do olho) na hemiface afectada; ■Desvio do Nariz, Boca e Língua para o lado não afectado; ■O Sulco Nasogeniano (vai desde o nariz até ao canto da boca) encontra-se abolido, assim como o Sulco Nasolabial; ■Apagamento da Comissura labial; ■Bochecha pendente “ em saco “; ■Ptose da Pálpebra Superior e Inferior; ■Os ⅔ anteriores da língua ficam com a sensação gustativa abolida; O olho da Hemiface afectada não fecha, logo a córnea não é lubrificada. É então obrigatório o uso de um Gel (lágrima artificial) e o portador da Paralisia Facial tem que dormir com o olho tapado com um Penso Oftálmico Protector, ou penso oclusivo Prognóstico: No caso de uma Paralisia Facial Periférica, a recuperação pode ocorrer em um a dois meses. No caso de uma Paralisia Facial Central, o prognóstico é variável, apesar de a maioria dos portadores desta patologia recuperarem completamente. Para determinar a probabilidade de recuperação completa, o médico pode examinar o Nervo Facial através da estimulação eléctrica. Uma idade reduzida, a fraqueza incompleta dos músculos da expressão facial, o facto de o tratamento ser precoce e a ausência de doenças sistémicas (como a diabetes), são factores que favorecem um bom prognóstico. Pelo contrário, factores como a idade avançada, hipertensão arterial, gravidez, diabetes, distúrbios do paladar, fraqueza facial completa e queixas de fortes dores, são factores de pior prognóstico que podem contribuir para a não resolução total da fraqueza dos músculos da face. Três tipos de complicações podem ocorrer durante a evolução da Paralisia Facial Periférica: ■ Espasmo hemifacial pós-paralisia: contracção espasmódica involuntária de toda a hemiface lesada. ■Contracturas: contracção muscular permanente do lado paralisado que vai atrair o lado são, podendo parecer uma paralisia facial contra lateral. Espasmos de diversos territórios agravam o quadro com espasmos localizados principalmente nas pálpebras e comissura labial. ■Sincinesias: Aparecem durante os movimentos voluntários. Quando o paciente fecha o olho, a comissura labial pode elevar-se; ao contrário, quando mostra os dentes, pode apresentar fechamento palpebral Tratamento: Como a face é um grande meio de comunicação não verbal e é através desta que transmitimos as nossas emoções, um indivíduo portador desta patologia, terá uma enorme dificuldade em transmitir as suas emoções para o mundo exterior. Antes de iniciarmos o tratamento devemos analisar a etiologia da paralisia facial, pois se estivermos diante de uma infecção, provavelmente será necessária a administração de antibióticos ou anti virais, para tratamento inicial. O tratamento para esta paralisia, não deve ser feito apenas na área da medicina e/ou fisioterapia, mas há também possibilidade de haver necessidade de acompanhamento psicológico do doente. Não existe um tratamento específico para as Paralisias Faciais, mas sim aspectos importantes a salientar como: •Se o olho não fechar completamente, deve deitar-se, gotas para que este não seque; •Se a Paralisia durar entre 6 a 12 meses, ou mesmo mais tempo, o cirurgião pode tentar ligar um nervo não afectado (normalmente retirado da língua) com o músculo facial paralisado; Tratamento fisioterapeutico: Em Fisioterapia, não existem “receitas”, mas sim linhas de conduta a seguir, ou seja, o tratamento deve ser adequado a cada paciente, e ao estado em que se encontra, pois cada caso é um caso único e singular, e devido ás diferenças existentes entre os indivíduos (desde diferenças anatómicas, fisiológicas, biomecânicas, etc.) o mesmo tratamento pode não ter o mesmo resultado em pacientes diferentes. O tratamento deverá ser adaptado e personalizado em função do Deficit e da Colaboração do paciente. O Nervo Facial é um nervo misto sob a dependência de um sistema voluntário e automático-reflexo que pode levar muito tempo a recuperar. O tratamento pode durar de 15 dias a 3 semanas, nas Paralisias Faciais pouco severas, até 4 anos, nas formas mais graves (Neurinoma do VIII ou VII nervo Craniano). Nas crianças, os exercícios serão praticados sob a forma de jogos com indicações indispensáveis. Nos doentes que estão motivados é bastante importante educá-los, quanto aos recém-nascidos quem tem que ser educado, são os pais. O tratamento das Paralisias Faciais pode incluir: •Massagem; •Reeducação dos Músculos da Face; •Método de Kabat; •Estimulação com Gelo; •Exercícios Faciais; Massagem: Pode fazer-se vários tipos de massagens, entre as quais: Drenagem Linfática: •Se há Ptose da Pálpebra inferior com edema ou se há edema Pós-cirúrgico, um hematoma Pós-cicatricial ou traumático é necessário utilizar a drenagem linfática. Massagem dos Pontos Centrais: •Fazer uma massagem bastante suave começando pelo “ ponto central “ ao nível da Fronte (perto da raiz das sobrancelhas). •Ao mesmo tempo massagear um ponto situado ± no terço anterior, linha mediana, do couro cabeludo (zona que apresenta um plano diferente, facilmente notado ao tacto). Massagear bem estes pontos em fricções circulares, no sentido dos ponteiros de um relógio, e terminar com manobras de mobilizações do Couro Cabeludo. Ao nível da Face propriamente dita, as manobras devem ser muito leves. Ao nível da fronte, na junção do ângulo temporo-maxilar externo e ao nível do nariz fazer uma massagem em forma de “8”. Massagem Endobucal: •Esta massagem far-se-á muito suavemente e permitirá verificar as eventuais tetanizações que podem surgir nos músculos Grande Zigomático, Bucinador, Triangular e Cutâneo do Pescoço. Se for este o caso, é necessário massajar fortemente estas hipertonias intrabucais e seguidamente estirar a bochecha progressivamente para baixo e para dentro, para o eixo de simetria, e mantê-la estirada durante alguns instantes, só depois relaxar a pressão manual progressivamente. Esta massagem pode ser executada pelo Fisioterapeuta e pelo doente, caso este faça reeducação em casa, assim sendo: •O Fisioterapeuta deve introduzir o 2º dedo (indicador), protegido por uma luva, na cavidade bocal e massajar a bochecha. Enquanto isto, o polegar deve estar no exterior, procurando os pontos de inserções dos músculos, pontos estes que têm que ser muito bem massajados. É necessário ter em atenção a reacção do doente, visto esta massagem ser bastante dolorosa, por vezes. Após a massagem, deve estirar-se o músculo lentamente e manter o estiramento durante alguns segundos, relaxando progressivamente a pressão digital. •O Doente deve introduzir o polegar, da mão aposta à hemiface afectada no interior da boca, colocando o dedo indicador e o médio (da mesma mão) no exterior da cavidade bocal. O interior da boca deve ser muito bem massajado com a ajuda dos três dedos. Posteriormente a este exercício, o doente deve estirar a bochecha, lenta e progressivamente, sem fazer deslizar os dedos e tentando controlar o movimento da pálpebra inferior, “proibindo-a” de descer. Para os músculos superiores, este estiramento deve ser feito obliquamente para baixo, para o lado não afectado. Se pelo contrário, o estiramento for para os músculos inferiores da face, deve ser feito obliquamente para cima, para o lado não afectado; As vantagens da massagem neste tipo de tratamento são a redução do edema (drenagem linfática), o efeito que tem sobre a circulação (na fase flácida) e sobre a detenção muscular após massagem dos pontos dolorosos (fase de hipertonia). Electroterapia: A electroterapia só será útil na forma periférica das Paralisias Faciais e caso a estimulação manual não tenha dado resultado. •Correntes Galvânicas; •Correntes Excito-Motoras progressivas de base exponencial; No entanto, este tipo de técnica de tratamento também está contra-indicada em situações como a estimulação de músculos desnervados por meio de impulsos de curta duração e de frequências tetanizantes. As principais vantagens da utilização de Electroterapia neste tipo de tratamentos são: •Diminuir o grau de atrofia muscular; •Evitar a esclerose parcial do músculo; •Manter a nutrição muscular e facilitar a eliminação dos exsudados, devido à sua influência trófica; Reeducação dos Músculos da Face: Esta Reeducação é Longa e Minuciosa, exigindo da parte do doente bastante concentração, uma aprendizagem constante e, por tudo isto, um controlo enorme em frente ao espelho. Este tipo de tratamento, deve ser quotidiano e feito 2 vezes por dia (de manhã e à tarde, caso seja possível), não devendo ter sessões de mais de 15 minutos (na fase inicial). Previamente à reeducação, a hemiface afectada deve ser aquecida, aplicando-lhe calores húmidos. A duração desta aplicação varia consoante a fase em que o doente se encontra, assim sendo, na Fase Flácida deve ser aplicado calor húmido apenas durante 10 minutos, enquanto que na Fase de Hipertonia não deve passar os 15 minutos. (é necessário ter em conta que o calor não deve abarcar a região do olho nem do ouvido) Os movimentos indicados ao doente neste tipo de tratamento, deverão ser executados lenta e progressivamente na amplitude indicada, como tal deve começar-se por um esboço, seguido de movimentos na amplitude incompleta e por fim, movimentos na amplitude completa. Estes exercícios não devem ser executados de forma forçada. Método de Kabat: Este método, também designado de Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (P. N. F.), promove e acelera as respostas dos mecanismos neuromusculares através da Estimulação dos receptores. Facilitação: Em Biologia, significa aceleração ou promoção de um processo natural, na Reabilitação, visa a melhoria do movimento e em Fisiologia tenta elevar o estado central de excitação, diminuindo a resistência ao impulso nervoso nas sinapses. Este impulso prepara o axónio para o próximo estimulo, visando o aparecimento da acção do músculo. Todas as vezes que se fala em Facilitação (reabilitação), fala-se em inibição. Quando facilitamos, estamos a estimular, logo, aumentamos a estimulação, assim sendo, alcança-se a mudança da permeabilidade da membrana, ocorrendo a despolarização, caso o estímulo seja limiar. Neuromuscular: Este método utiliza sempre a unidade motora (motoneurónio mais as fibras musculares por ele enervadas) que trabalha em relação a ser “tudo ou nada”. Proprioceptiva: Usa a estimulação dos receptores proprioceptivos, embora utilize todos os outros receptores. De acordo com Adler, S.; Beckers, D; Buck, M; 1999 (defensores do método de Kabat) o principal objectivo deste método visa conseguir o movimento normal que depende das acções integradoras do sistema nervoso central, da morfologia, da cinesiologia, do aprendizado do desenvolvimento motor e da conduta motora. Os padrões utilizados neste tipo de tratamento, visam a utilização de valores positivos, como tal, trabalham-se as partes mais fortes, irradiando energia nervosa para as mais fracas(7). É ainda objectivo deste método, induzir ao doente a capacidade de usar as partes mais fortes, para que se obtenha a irradiação do impulso nervoso. Como processos básicos deste método, devem salientar-se: •Padrões de Movimento: Usa movimentos em massa, globais, que são executados nos três planos do espaço, feitos em diagonal e espiral. Cada sector do aparelho locomotor possui duas diagonais de movimento e cada diagonal tem dois padrões antagonistas entre si. •Estímulo e reflexo de estiramento: Fisiologicamente, são a mesma coisa. Na prática, o estímulo é o máximo de alongamento do músculo; é a posição do início de cada padrão, enquanto o reflexo de estiramento é a ultrapassagem rápida do limite dado ao estiramento. •Tracção – Aproximação – Contactos Manuais e Máxima Resistência: São utilizados para estimular os receptores da pele e daí a máxima resistência, que é variável de pessoa para pessoa, do tipo de contracção muscular (isotónica ou assimétrica) e do tipo de movimento. Tem como principal objectivo a irradiação do estímulo nervoso. •Comandos Verbais e Estímulos Visuais: Existe reflexos entre os Tubérculos Quadrigémeos Inferiores (visão) relacionados com o núcleo motor. •A Sequência dos Movimentos: Nas Paralisias Faciais, os estímulos devem ter início na porção superior da Face, mesmo que não seja esta a região mais afectada. Estimulação com Gelo: Neste tipo de tratamento podemos obter dois efeitos: o efeito analgésico e o efeito estimulante. Se quisermos um efeito analgésico fazem-se movimentos circulares lentos sobre uma pequena área (ventre muscular, ponto doloroso), mas se quisermos um efeito estimulante (facilitar a actividade muscular) aplica-se o gelo de forma rápida e breve sobre o dermátomo da pele com a mesma enervação do músculo em questão. O uso excessivo do gelo é um risco pois pode provocar no paciente queimaduras por gelo, a aplicação nunca de passar dos 10 minutos. Paralisia de Bell (+ Comum): De acordo com, Grabowski, S; Tortora, G, 2000, a paralisia de Bell, também conhecida por paralisia facial idiopática, é a paralisia unilateral dos músculos da expressão facial, como resultado da lesão ou doença do nervo facial(VII). A enervação motora dos músculos da expressão facial é a principal função do nervo facial, logo o principal sintoma da lesão deste nervo, do núcleo ou das projecções córtico-bulbares é a paralisia ou parésia destes músculos. O envolvimento dos componentes do nervo intermédio serve para localizar o ponto da lesão do nervo facial. Sintomas possíveis: ■Um lado de toda a face pode estar afectado; ■O canto da boca pode ficar caído; ■Ptose palpebrar; ■Possível impossibilidade de fechar o olho, lábios, falar, e também mastigar; ■Entre outros; Etiologia possível: ■Lesão do nervo facial ou do seu núcleo; ■Neurite do nervo facial; ■Pressão sobre o nervo, ao chegar à face através do canal ósseo, nas proximidades do ouvido; Edema do nervo facial como reacção a uma infecção viral, a uma compressão ou a uma falta de fluxo sanguíneo.

69 comentários:

  1. gostaria de saber mais sobre se o lado emocional desencandeia a paralisia facial. obrigada.

    ResponderExcluir
  2. tivi uma paralisia do olho direito. o medico q mi atendeu disse q se tratava de um esquemia du sexto nervo du olho,queria q o sr conmentase o dignostico medico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 6o nervo, seria o abducente, afeta somente o musculo reto lateral do olho, evitando assim que o olho afetado olhe para o canto externo.

      Excluir
    2. tem tratamento para esse tipo de paralisia ? é tratado com corticoides ?

      Excluir
  3. Estou com Paralisia Facial Periférica e gostei muito do estudo acima .
    Fui atendido por um Neuro Cirurgião Renomado aqui em Vitória E.S. estou tomando dois remédios e já no primeiro comprimido senti melhorias visíveis ( incrível ). Outo ponto que gostaria de frisar é que divergente de muitas matéria que vi em sites não se deve tomar complexo B, pois não ajuda na regeneração e pode causar ( não me lembro bem o termo que o Dr. usou ) algo tipo enrijecimento da face afetada ( todas as pessoas que tiveram enrijecimento tomaram o complexo B, segundo um estudo que ele me falou).Algo assim !

    Boa sorte a todos e não esquecem de procuram sempre um bom profissional.

    ResponderExcluir
  4. "tivi uma paralisia do olho direito. o medico q mi atendeu disse q se tratava de um esquemia du sexto nervo du olho,queria q o sr conmentase o dignostico medico."

    Se fosse mesmo só uma paralisia do sexto nervo (nervo abducente), a sua única queixa seria dificuldade de olhar para direita com o olho direito, já que somente o músculo reto lateral estaria afetado.

    ResponderExcluir
  5. Eu tive uma paralisia a 3 anos fiz fisoterapia tomei remédios e meu rosto voltou ao normal, porém a alguns dias atras cai com a boca no chão e fiz um ferimento profundo na lingua que já cicatrizou mas minha boca não responde diretamente ao cérebro, virando toda vez que eu falo e sinto uma leve dormensa no olho...Será que isto pode ser uma serta paralisia ???

    ResponderExcluir
  6. ja tive tres paralisia num entervalo de 6 meses,consegui recuperar a fase quase entro em desespero mais aguantei,diagnostico medico virus da herpes,nunca senti nada desse virus,osmedicos dizem q eu posso ter novamente a paralisia se o viros se manifestar,e q eu vou morer com ele,alguem descorda,aguardo.

    ResponderExcluir
  7. Porque é que se deve fazer a massagem facial antes de realzar os exercicios da paralisia facial?

    ResponderExcluir
  8. queria muita sabe qual seria o medicamento que ajudaria nesse tatamento,pois fui a um neuologista aqui em alagoas muito bom e o mesmo falou que não tinha rémedio a não se a fisioteapia...E nos relatos acima falam em medicamento...qual seria

    ResponderExcluir
  9. A Massagem é feita antes de começar qualquer tratamento de estimulação para evitar contratura do lado "sádio", além de melhorar a irrigação sanguinea e preparando a musculatura para exercícios de estímulação..... em relação a medicamentos quando diagnosticado a causa da paralisia facial se trata esta causa com medicamentos... quando não se diagnostica a causa (paralisia idiopática) alguns neurologista usam muito corticoides porém seria para uma causa.. não própriamente para paralisia facial... botox se tem usado bastante para facilitação do trabalho de estimulação... mas a fisioterapia é o melhor remédio hoje para tratamento da paralisia facial... (fisioterapia com fisioterapeuta sempre!!!) Abraços a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. frisando "fisioterapia com FISIOTERAPEUTA, SEMPRE!" :D

      Excluir
  10. Em relação ao amigo que relata ter sofrido 3 episódios de paralisia facial, decorrente ao vírus da herpes... muitas pessoas tem o vírus inocuo no organismo e nem sabe que é portardor.. quando o sistema imunológico baixa.. pode sim manisfestar o quadro da herpes.. no seu caso comprometeu o sistema nervoso periférico da face (paralisia facial)... trata-se imediatamente da herpes.. e fazer programa de fortalecimento imunológico... para que não venha se manisfestar novamente...
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Dr. Rafael, estou com uma paralisia facial do lado esquerdo do rosto, não tive dor no ouvido, tudo começou com uma dormencia na língua, e no outro dia que fui sentir um leve repuxamento na boca, não tenho dificuldades para fechar os olhos, sinto apenas um pouco ressecado. Gostaria de saber se poderia ser a paralisia de Bell, por que pelo que li na sua matéria é o que se mais aproxima com meu caso, estou ja no terceiro dia com a paralisia será que preciso de remedios para me ajudar a voltar ao normal. Desde já muito obrigada.

    Ana Maria Mann

    ResponderExcluir
  12. Olá Aninha... sim vc precisa se consultar com um neurologista, pode ser paralisia de bell, a famosa frigore, porém é necessário que o médico avalie, em relação ao uso de medicamentos, após se fechar o diagnóstico seu médico ira receitar ou não medicamento... uso de colírio e importante.. mas novamente consulte um neurologista...
    abraços

    ResponderExcluir
  13. Olá, Rafael! Adorei seu blog, mt bom tanto para pacientes e curiosos, como para os profissionais.
    Sou fisio e estou me especializando em fisio neurofuncional.
    Gostaria de saber se existe diferença no tratamento de paralisa facial periférica e central, visto que o foco do tratamento de ambas é muscular.
    Abç, Andreya

    ResponderExcluir
  14. Olá Dr Rafael sou enfermeira tenho paralisia facial do lado esquerdo do rosto pois meu sorriso é desviado para o lado direito e com leve desvio do nariz também para o lado direito.O sorriso é o que mais me incomoda esteticamente, surgiu sem nenhum sintoma desde que eu era criança, por um tempo pareceu melhorar mais agora percebo que está voltando pois vejo em fotos. Gostaria de saber se só fisioterapia resolve.Tenho 25 anos.

    ResponderExcluir
  15. Olá Dr. Rafael, tive paralisia de Bell há 3 anos, minha recuperação foi rápida, porém, depois da recuperação eu comecei a ter cãibras na face, do mesmo lado onde houve a paralisia. Se eu contraio muito a face por exemplo, o músculo da bochecha fica contraído involuntariamente durante uns 10 segundos, e quando beijo, tenho contrações muito dolorosas na garganta, sempre do lado direito, lado onde ouve a paralisia, o que pode ser isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto que ocorre, chama-se sincinesia. Decorrente da reinervacao disfuncional, responde ao bloqueio neuromuscular associado a realização dos exercicios terapêuticos

      Excluir
  16. olá doutor, tive paralisia facial dia 21/11/2009, fui ao médico + até ai ok, só que minha fisio começou somente 35 dias depois e não fiz por muito tempo, sem contar que não fui comunicada do mal que o cigarro faz para estes casos e fumei como louca , após uns 5 meses fiz acupuntura e até vi uma certa melhora só que o custo foi maior do que o esperado por mim então parei, hj apos 1 ano e 5 meses decidi fazer a cirurgia só que não tenho o apoio de nunguém e tbm estou com medo pois o médico disse que tenho 50% de chance de melhora total e 50% de chance de acordar e estar na mesma, isso é verdade? minha mãe me implora para tentar fisioterapia novamente, consigo recuperar o tempo perdido ou minha unica saida é a cirurgia?

    ResponderExcluir
  17. olá doutor, tive uma pralesia facial, fui ao neurolugista e ele me encaminhou para a fisioterapia estou fazendo, não vejo melhoras ainda pois comecei agora , ele passou um colirio e uma pomada para usar a noite, so que sinto dores perto do ouvido e na nuca, esta com 15 dia que tive e ainda sinto dores , sim o rosto esta um pouco inchado no lada da paralesia, e sinto o rosto do lado da paralesia dolorido esses sintomas são normais ?

    ResponderExcluir
  18. boa noite Dr.minha esposa sofreu paralisia a uns dias atras, o medico receitou aciclovir, prednisona e complexo b, só que ela sente dores fortes mesmo tomando todos esses remedios. o que fazer para nao sentir dor?
    obrigado.

    ResponderExcluir
  19. Dr rafael, retirei um Baso celular da testa ( lado direito) onde estava com comprometimento neural e, após a cirurgia, com congelação na sala cirurgica, fiquei com a testa no lado direito paralisada.Meu olho não abre totalmente e não mexo a testa deste lado, a sombrancelha dreita não levanta.Que tipo de Fisioterapia vc indicaria para este caso em que houve este trauma neural ? Será que há alguma chance de reinervação ? Grata, Angela

    ResponderExcluir
  20. Amei o blog,sou estudante do 2º semestre de Fisioterapia da Universidade Federal da Bahia,e o curso é lindissimo!Estamos estudando sobre paralisias faciais,e mais algumas doenças causadas pelos nervos cranianos!!!Muito bom esse blog!

    ResponderExcluir
  21. Ola Drº Rafael sou do piaui e tenho paralisia facial a 6 anos sofri um acidente em dezembro de 2004 quando tinha 7 anos depois do acidente comesei a fazer fisioterapia a minha face melhorou um tanto bem bom so que quando eu sorriu minha boca ainda fica torta o que o senhor me aconselha e cm e essa tal cirurgia??

    ResponderExcluir
  22. peço licença de sugerir o site www.bellspalsy.ws em inglês, pelo google mesmo consegui tradução dele, é interessante e dá diversos exercicios para ajudar nos efeitos residuais, além de tranquilizar em algumas situações. A paralisia facial é incômoda, desgastante, mas pelas informações no site é preciso procurar se traquilizar e fazer os exercícios com persistência e o melhor que conseguir, e melhor com ajuda de profissional que ajude a perceber os movimentos inadequados, não tanto quantidade, mas qualidade. Estou há quase um ano na fisioterapia e consegui uma grande melhora, foi um processo difícil, quase paranóia na frente do espelho, como bem fala no site. Pesquisei os sites brasileiros e eram muito iguais. Espero que seja útil prá vocês que buscam um algo mais do que é assim mesmo, vai ficar com sequelas,os movimntos tem que voltar ao normal em 3 meses e outros pontos que nos desanimam diante do quadro que estamos.

    ResponderExcluir
  23. boa noite, dr.tive paralisia facial há 1,5 ano fiz de tudo...tomei remedios, fiz fisioterapia todos os dias...acupuntura...segui a risca..melhorou mas fiquei com sequelas...minha boca ta visivelmente tortinha...principalemnte qdo sorrio...será que vou ficar assim pra sempre ? Obrigada Márcia Camargo

    ResponderExcluir
  24. Oi meu nome é Ana
    Gostaria de saber, meu esposo teve paralisia facial em abril e agora teve novamente no outro lado do rosto. Foi diagnosticado como paralisia de bell. Más estou com duvidas isso pode ocorrer de voltar outras vezes, a pessoa fica mais nervosa,esta relacionada a algum tipo de doença, pode evitar tomando algum medicamento? como evitar.

    Obrigada por nos ajudar.

    grata.

    ana

    ResponderExcluir
  25. ola dr
    gostaria primeiramente de parabenizalo sua explicações foram claras e de muita ajuda...
    tive hemiplegia facial ha 5 anos tratei com fisioterapia e medicação, agora começei a sentir dor no lado do rosto que tive a paralisia, minha boca esta com um pequeno devio de comissura labial,a asa do nariz quase não mexe,minha sombracelha esta muito fraca e não quase não mexe.
    posso fazer sessões de eletroterapia?
    por favor....
    me responda me de uma luz
    obrigada
    obrigada
    Jack 24 anos

    ResponderExcluir
  26. bom dia drº, minha filha de 3 anos teve paralisia facial periféria do lado esquerdo dia 29/07, e tomou Predisin por 7 dias, as vezes quando ela fala noto que a boca fica levemente torta, mas não é sempre.
    mas ela teve em abril 2 otites, também do lado esquerdo, o otorrino quer investigar, e fazer tomografia,gostaria de saber se é normal esta paralisia facila em crianças?

    obrigada

    ResponderExcluir
  27. Prezado Dr. Rafael
    Desde domingo 14/08 estou com paralisia facial do lado esquerdo do rosto. Já fui a um clinico e estou com consulta marcada com Otorrino daqui a 02 dias. No sábado estava brincando com um de meus cachorros e tenho alergia do pelo dele. Acabei me esquecendo disso e logo em seguida meus braços ficaram com "pelotes" avermelhados. Lembro tb de ter encostado o rosto nele. Isso pode ter alguma relação com essa paralisia? Algo como alguma toxina que agiu no meu orgamismo negativamente? Grato pela atenção.

    ResponderExcluir
  28. Ola Dr. Rafael.Meu nome e Fatima e gostaria de saber se no meu caso,a paralisia facial teria qualquer solucao. Tive paralisia facial quando tinha 4 anos de idade, e hoje tenho 39 anos. Digo solucao ou qualquer outro procedimento cabivel.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  29. OLA ESTOU COM A PARALISIA DE BELL E ESTOU TOMANDO OS REMEDIOS INDICADOS,É NORMAL SENTIR DOR? JÁ TENHO UMA SEMANE A O QUADRO ESTA EVOLUINDO MUITO LENTAMENTE.TEM COMO ACELERAR? ESTOU FAZENDO MASSAGENS FACIAIS E EXERCICIOS ,MAIS ESTOU COM MEDO DE FICAR COM SEQUELAS! ME DIGAM UM TEMPO DE MELHORA ESTOU DESESPERADA .

    ResponderExcluir
  30. Olá Dr. Rafael. Tenho 29 anos e estou com paralisia facial a 9 dias. De inicio senti dor de ouvido, minha lingua adormeceu e mta dor de cabeça. Qdo percebi o lado esquerdo do meu rosto estava paralisado. Fui ao médico e ele me receitou alguns remédios (citoneurin,prednisona e aciclovir) gostaria que me explicasse melhor a função desses medicamentos, pois não ficou claro para mim. Com tratamento é possivel meu rosto voltar ao normal? por favor me responda... obgada.

    ResponderExcluir
  31. Oi Doutor.
    Minha filha está com a paralisia facial periférica há 10 meses, depois de tanta fisioterapia, ela já melhorou em torno de 80%. Tenho muito medo que ela não fique boa. O que me deixa mais calma é ler e conversar com pessoas que tiveram a mesma coisa e ficaram completamente boas. Outro dia estava conversando com uma senhora e ela me disse que qdo tinha uns 35 teve paralisia e que demorou um ano e meio para ela ficar boa. Durante esse tempo, ela falou que só vivia para as fisioteraapias. Hoje já passou bastante tempo e ela ficou completamente boa e sem sequelas. Espero que seja assim pra minha filha também. Não sei mais o q fazer.

    ResponderExcluir
  32. Dr. rafael tive paralisi facial a 7 meses estou recuperada porém sinto proximo a ruga da boca uma sensação estranha de adormecimento e uma face parece diferente porém realizo todos os movimentos faciais e sorriso igual a minha parte emocional esta completamente afetada pois tenho muito medo de ter novamente essa doença me diga o que fazer a quem procurar.

    ResponderExcluir
  33. Quando na eletroneuromiografia temos o diagnóstico de lesão total do nervo facial e confirmado após 6 meses de tratamento fisioterápico sem resposta e tudo em razão de um esvaziamento cervical com retirada da parótida, o que temos a fazer? Existe alguma cirurgia para recuperar os movimentos da face e melhorar a expressão de face em "máscara"?

    ResponderExcluir
  34. BOm dia Rafael!
    Tive uma paralisia em 2001.Fiz uma cirurgia,mas mesmo assim fiquei com sequelas.Melhorou bem depois da cirurgia,comparado em como estava antes.Mas não foi o resultado desejado,pois depois de tantos anos,ainda tenho dores,e tema parte da estética que ainda me incomoda... Gostaria de saber,o Sr° acha que depois de tantos anos,existe um tratamento que eu possa fazer para melhorar tanto as dores como a estética?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  35. Boa noite Dr. Rafael ,tenho uma filha de 17 anos e a 3 semanas ela teve uma crise de sinusite aguda e ao mesmo tempo crise de enxaqueca , levei ao médico foi medicada e 3 dias após iniciar o tratamento , seu olho esquerdo paralisou , foi examinada pelo oftalmologista,otorrino, neurologista, fez uma tomografia, teste de sangue (glicemia) e todos os exames não apresentaram nada negativo , as dores de cabeça não estão frequente, o olho dela agora está paralisado para esquerda. Pergunto o que pode ter causado e que tratamento deve ser feito. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  36. Dr. Rafael. Me ajudaaaa!
    Meu namorado teve paralisia facial aos 14 anos de idade, tomando vitaminas ele se recuperou em um mês mas com seus 18 anos ele teve novamente a paralisia facial que deixa o lado direito do rosto inteiro sem se movimentar, não conseguindo nem piscar, então ele procurou neurologistas e fez vários tipos de exames e em nenhum apareceu nada, não contente com o resultado ele resolveu ir pra SP e procurar outro médico que fez todos os exames e também não achou nada, apenas falou pra ele que isso era gerado por stress, por que ele nunca pegou nenhum vírus pra ser outra opção então ele começou a fazer fisioterapia, acupuntura e depois de 6 meses estava curado. Porém neste domingo ele teve novamente os sintomas da paralisia,e na segunda ele ja acordou com o lado direito afetado e então voltou a tomar as vitaminas passadas da outra vez.
    Mas ele esta muito abatido e eu não sei como ajudar ele, ele esta desmotivado por que nenhum médico encontra a solução para o problema. Um colega massoterapeuta nos falou que isso pode estar ocorrendo por que quando criança ele fez uma cirurgia de hernia e isso poderia ter afetado a circulação do corpo dele.

    Gostaria de saber o que podemos fazer? E se essa opção da circulação pode ter a ver com a paralisia...



    Desde já agradeço.

    Juliane

    ResponderExcluir
  37. Dr. Rafael.
    Minha vó teve paralisia facial há 3 dias. E ela se queixa muito sobre a ardência nos olhos devido ao fato dela não conseguir fecha-los totalmente. Ela está passando pomada e usando o colírio indicado pelo médico, mas gostaria de saber se existe algum jeito dela melhorar essa ardência... e os cuidados com os olhos.
    Obg

    ResponderExcluir
  38. Ah! E o médico recomendou usar um esparadrapo para fechar os olhos, só que ela diz que machuca a pele na hora de puxar. Tem outro método de fecha-lo para poder assim descansar a vista?
    Obg

    ResponderExcluir
  39. Existe um tapa olho vende nas farmacias, tipo band-aid.

    ResponderExcluir
  40. Doutor, o que acontece quando uma pessoa,sente surto de paralisia no corpo todo derrepente e,volta rapido,não treme e as vezes nem perecebemos.Pode ocorrer varias vezes no dia.

    ResponderExcluir
  41. Anônimo
    Doutor, estou sentindo no osso da bochecha esquerda ma dorm~encia parece nos músculos , o que pode ser isso?Ajude-me.

    ResponderExcluir
  42. Ola Doutor. Li tudo a respeito de paralisia facial e sempre tenho a esperânça da minha filha ficar boa. Ela teve paralisia já faz quase dois anos, já melhorou bastante, faz fisioterapia, acupuntura, fez botox e tomou todas as medicações para esse problema.No exame de eletroneuromigrafia no deu nada errado, os nervos estão se desenvolvendo de forma certa, pouco a pouco.
    Não sei mais o que fazer, será que a minha filha vai ficar boa. Mesmo depois desse tempo todo, ainda posso ter esperãnça, já que ela vem melhorando bastante ? Rosa

    ResponderExcluir
  43. olà, doutor meu nome é daniel. minha esposa teve paralisia facial a 1 ano. ela ficou boa, mas agora quando ela fecha o olho do lado esquerdo onde ela teve a paralisia, o cantinho da boca dela treme involuntariamente. eu gostaria de saber se quem já teve paralisia facial pode correr o risco de ter de novo?

    ResponderExcluir
  44. Dr Fafael boa noite.
    Ja tem 30 anos q tive uma paralisia facial na época não falaram o tipo fiz fisioterapia,tomei remédios mais ainda hoje tenho sequelas gostaria de saber se ainda tem como corrigir isso me sinto mto mal com isso estéticamente.Obrigada!

    ResponderExcluir
  45. Boa noite Dr, hoje acordei com minha boca meia torta ao lado esquerdo, e meu meu o meu olho ao lado direito esta lagrimejando o que pode ser.
    grato

    ResponderExcluir
  46. tive paralisia facial faz 2 meses eu tomava injeçao anticoncepcional e parei de tomar por que fiquei com medo de prejudicar mais ainda minha paralisia queria saber se a injeçao faz algum mau ? E se posso continuar tomando?

    ResponderExcluir
  47. Dr. bom dia. Veja bem, ano passado em Outubro eu quebrei o nariz e tive que operá-lo. Voltei normal, sem dor nenhuma. Este ano em Maio, infelizmente, quebrei novamente, porém mais leve, fratura naso etmo orbital unilateral esquerda. Desde então, tenho uma leve tontura do lado esquerdo, minha pressão aumentou, meu ouvido dói (mas a dor diminuiu)tenho barulhos estranhos no estomago, minha bexiga não incha mais quando prendo urina.Minha médica disse pra eu aguardar seis meses pois foi uma área já mexida. Queria saber o seguinte: posso ter lesionado algum nervo periférico no nariz?

    ResponderExcluir
  48. Tive uma paralisia facial esquerda,a qual afetou meu olho,meu sorriso,enfim,estou me sentindo péssima com tudo isto.Estou fazendo fisioterapia,mas já melhorou um pouco.Mas o meu sorriso já não é mais o mesmo,sempre que vou sorrir,meu olho esquerdo fecha, minha boca fica mais torta e tenho intolerância a claridade também.Por favor me ajude.

    ResponderExcluir
  49. oi minha filha nasceu cm paralisia facial do lado direito e n sei o que fazer ela nao consegue pegar peso isto tem tratamento estou desesperada n sei o q fazer ela esta cm um mês gostaria de saber a causa e se afeta o celebro ou se é só a face mesmo.

    ResponderExcluir
  50. bem meu nome é claudio estive no hospital do mandaqui e estou com paralisia facial me receitaram colírio e pomada, fiz tomografia aparentemente nada ,mas la so fui atendido po estagiários. isso já fazem 4 dias, devo esperar para procurar um neuro? obbrigado

    ResponderExcluir
  51. Eu tenho 15 anos e quando eu nasci recebi uma injeção mal aplicada no glúteo e causou uma lesão ficou um furo parece que foi no osso, na época minha mãe me levou no médico e ele disse que eu teria que fazer fisioterapia, mas minha mãe não tinha condição e eu estou assim até hoje! Agora eu queria fazer alguma coisa pra resolver isso porque me incomoda muito! Você poderia me ajudar? Obrigada!

    ResponderExcluir
  52. Boa tarde! DR.RAFAEL meu nome e SANDRO, há dois dias atrás fiquei com dormência na língua, hoje dia 18 acordei com uma leve paralisia facial no lado esquerdo do rosto o meu olho esquerdo esta lagrimejando bastante e uma sensação esquisita dentro do ouvido ,o maxilar do mesmo lado parece cansado, o paladar totalmente diferente, parece q esta tudo dormente, o que pode ser isso? procuro um neurologista? tenho 42 anos estou muito preocupado.

    ResponderExcluir
  53. Dr. Fui dormir sem sentir nada, nenhuma dor somente um desconforto na nuca, acordei com o lado direito fo rosto paralizado, o olho nao fecha e fico mordendo o labio quando falo, tenho sensibilidafe na pele pois sinto qusndo passo a mão no rosto e sinto dor sempre que mordo o labio. O que pode ser? Qual seria o diagnostico e tratamento? Obrigado

    ResponderExcluir
  54. Bom dia! DR.RAFAEL meu nome e RODRIGO tenho 22 anos, em 2010 tive um inicio de paralisia facial porque eu só não conseguia fechar o meu olho direito e os Doutores dessiao que era só um edema no olho e nada mais usei muita dexametasona mais sem melhora de ai deixei de lado so que em 2012 começo a piora meu caso sendo afetado o meus dos olhos, so os dois olhos nada mais, no inicio de 2013 tive uma paralisia facial, um lado da cara nao movia na verdade como se fose um lado e metade do otro lado (75% da face)... hoje 21 de novembro de 2013 sigo do mesmo jeito ja fiz duas vezes o mesmo tratamento, fisioterapia, mais fico dependente da prednisona ja que quando eu nao tomo se incha meu labio superior, os medicos dissem que nao sabem o que e, e que vou ter que viver com isso o resto da vida, porque pensao que e un problema hereditário e com tudo isso fico aqui esperando alguma resultado, porque viver com isso e deprimente... quero pergunta de voce me indicaria alguma coisa para tentar porque ja nao sei o que fazer!!!!! desde ja agradeço....

    ResponderExcluir
  55. Tive paralisia facial há quase 40 anos atrás...Primeiro tomei umas injeções, mas não adiantou nada... Depois tomei choques no rosto vários dias seguidos, acho que dois meses...O médico pediu para que eu tentasse assoviar e mascar chicletes para ajudar no músculo...Fiquei com sequela no olho direito que fecha mais que o normal quando sorrio...As pessoas percebem...Agora estou sentindo um certo medo, pois parece que vai voltar a entortar a boca e paralisar o rosto...Existe uns espasmos estranhos...Dr.Rafael, existe a possibilidade de voltar o problema de novo? Como estou com 60 anos, acho que seria mais difícil sarar...Pode me responder, por favor??? Muito obrigada...

    ResponderExcluir
  56. Bom dia doutor, fiz uma cirurgia no maxilar ( corrigir uma imperfeição no osso, meu médico fez uma raspagem) e após a cirurgia, perdi os movimentos da sobrancelha e tenho dificuldade em piscar o olho e fecha-lo..... gostaria de saber se volta ao normal e qual o tratamento mais indicado? Obrigada!

    ResponderExcluir
  57. Eu também tive uma paralisia facial ha cerca de 7 anos. Fui muito mal atendida no hospital na cidade onde resido. Os medicamentos que me foram receitados não eram os mais adequados e nem tampouco fui encaminhada para um neurologista. Fiz fisioterapia e resultante disso, uma contractura muscular. Fui para a acunpunctura e não resultou, pois já fui tarde demais. Os danos foram severos. Obtive algumas melhoras, nada de significativo. O meu olho não faz os movimentos normais de abrir e fechar, somente fica aberto e fecha quando vou dormir. A minha boca ficou tortinha. Infelizmente os danos emocionais foram mais que muitos e após tanto tempo continuo com vergonha de falar com as pessoas, de sair, de ter uma vida normal como tinha. Ainda hoje sou gozada pelo aspecto com que fiquei. Tenho imensa pena que exista tanta gente ignorante, pois este é um problema que está a acontecer com maior frequencia e situações destas não acontecem só ao vizinho. Gostaria de saber se existe cirurgia para corrigir o lagoftalmo paralitico e se o mesmo existe em Portugal, onde resido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce pode ter paralisia facial, mas as dessas pessoas sao muito piores, eles tem paralisia cerebral, parecem irracionais, que so sabem vomitar todo o podre que existem em seus corações. Podres de alma e espirito, nao se sinta assim poiis por mais que voce seje perfeito(a) as pessoas sempre irão te por defeito.

      Excluir
  58. Olá... tive paralisia facial há exatos dois anos... nos seis primeiros meses, com medicamento e acupuntura, tive uma melhora de quase 100%... mas depois da melhora da flacidez, comecei a desenvolver um quadro de tensão no lado afetado, ao menor estímulo facial... quando falo, percebo a musculatura do olho sendo estimulada bem de leve, mas quando dou um grande sorriso, aí a musculatura do olho do lado afetado se contraí muito, mostrando uma grande diferença entre os dois olhos... isso me incomoda muito... há algum tratamento, medicamento? Ou tenho apenas que esperar que a natureza faça a parte dela? Ou então não tem mais jeito? Obrigado

    ResponderExcluir
  59. eu tenho paralisia mais 13anos fotou apenas 50% se alguem pode me ajudar

    ResponderExcluir
  60. olá, sou Marcia hj esta fazendo 7 dias que tive a paralisia facial, e nos 3 ultimos dias tenho sentido muita dor atras da orelha, por favor o que pode ser. estou na medicaçao do citouneurin 5.000 etna e scaflan.

    ResponderExcluir
  61. Ola, preciso de sua ajuda, pois moro no Japao e aqui os medicos nao sao tao eficiente quanto os dai, eu passei por uma cirurgia plastica decorrente a um acidente que sofri, nesse acidente cortaram-se os nervos da minha face e perdi os movimentos do lado esquerdo do rosto, supercilio nao levanta, olho nao fecha totalmente e boca. Apos 10 meses depois do acidente fiz essa plastica pois a palpebra ja estava muito caida. Nessa cirugia eu fui entubado e durou 8 horas o procedimento, acordei sem conseguir respirar, e sem conseguir falar direito, sinto minha lingua inchada, e falo com ronquidao, parece que estou com pigarra na gartanta, mordo a lingua sempre, nao sinto muito coisas doces, a lingua esta torta, e saliva muito. A medica me receitou vitaminas do complexo B mas eles nao dizem o que eu tenho, preciso saber de voce, se sabe me dizer algo sobre isso. Aqui no Japao muitas vezes voce tem algo grave e eles nao sabem dizer, ate mesmo um especialista no caso, tipo é cada coisa absurda que vemos aqui. Ja fazem 15 dias que operei e ainda estou do mesmo jeito. Me ajude por favor! Preciso saber o que pode ter acontecido. Agradeço desde já!

    ResponderExcluir
  62. Olá doutor, em relação à síndrome de Bell causada por uma otite, há restrição para atividade física?

    ResponderExcluir